Pedidos sendo
realizados no momento:
1943
   
Bom dia. Seja bem vindo ao Portal Tudo Farma.
Negócios B2B a um clique

Nanopartículas das tintas de tatuagem circulam por todo o corpo
Fonte: O Globo
Notícia publicada em: 13/09/2017
Autor: Indefinido

Na hora de fazer uma tatuagem a preocupação não deve ser apenas com o desenho ou com sua localização. Cientistas da Fonte Europeia de Radiação Síncrotron (ESRF, na sigla em inglês) afirmam que nanopartículas da tinta podem viajar pelo corpo e chegar até os nódulos linfáticos e, por isso, é necessário avaliar a composição do pigmento e a higiene do estúdio.



O estudo, publicado no periódico “Scientific Reports”, foi resultado de uma análise a partir de um tipo de acelerador de partículas conhecido como de luz síncrotron, capaz de “ver” através dos mais variados tipos de materiais e revelar sua estrutura. Desta forma, os cientistas obtiveram pela primeira vez evidências de transporte de pigmentos orgânicos e inorgânicos e impurezas tóxicas em tecidos tatuados.



— Quem quer fazer tatuagem costuma se preocupar em escolher um estúdio onde se usem agulhas descartáveis novas — lembra Hiram Castillo, cientista da ESRF e um dos autores do estudo. — Ninguém se preocupa em checar a composição das cores, mas nosso estudo mostra que talvez isso também deva ser feito.



A realidade é que pouco se sabe sobre a composição e potenciais impurezas que compõem as misturas de cores aplicadas na pele pelas tatuagens. A maioria das tintas contém pigmentos orgânicos, mas também conservantes e outros contaminantes como níquel, cromo, manganês ou cobalto. Além do carvão preto, o segundo ingrediente mais usado nas tintas de tatuagens é o dióxido de titânio (TiO2), um pigmento branco comumente usado para criar certos tons quando misturado com corantes.



Reações da pele ao dióxido de titânio são frequentemente relatadas, entre as quais a cicatrização demorada, os inchaços e as coceiras — frequentemente associados a tatuagens brancas. Diante disso, os pesquisadores procuraram seguir o caminho que o produto faz sob a pele.



— Já sabíamos que os pigmentos das tatuagens chegavam aos nódulos linfáticos por causa das evidências visuais: os nódulos ficam marcados com as cores das tatuagens, numa resposta do corpo à limpeza do local tatuado — destaca Bernhard Hesse, outro pesquisador da ESRF e coautor do estudo.


 


— O que não sabíamos é que estes pigmentos viajam em uma forma nanométrica, o que significa que talvez não tenham o mesmo comportamento de partículas no nível micrométrico. E isso é um problema: não sabemos como estas partículas agem.



As medições com fluorescência em raios-X feitas em uma das linhas da ESRF permitiram aos cientistas localizarem o dióxido de titânio tanto no tamanho micro quanto nanométrico na pele e no sistema linfático.



PROCESSO PODE GERAR INCHAÇO


 


Eles observaram uma ampla gama de tamanhos das partículas, algumas com até alguns micrômetros de diâmetro em pele humana, mas só as partículas menores, na escala dos nanômetros, alcançaram os nódulos linfáticos. Segundo os pesquisadores, isto pode levar a um inchaço crônico do nódulo, assim como deixar o organismo exposto a estes elementos por toda a vida.



Os pesquisadores pretendem analisar mais pacientes que sofrem com problemas para tentar encontrar uma ligação entre as características químicas e estruturais dos pigmentos e materiais das tintas com estes efeitos.

 



O portal TUDO FARMA destina-se exclusivamente às farmácias e drogarias devidamente cadastradas e identificadas. Produtos e preços de medicamentos que possam ser apresentados no portal, são referências para venda ao varejo farmacêutico e não ao consumidor final, podendo ser alterado a qualquer tempo, sem prévio aviso.
© 2011 - 2017 | Todos os direitos reservados - VISÃO GRUPO
Melhor visualizado na resolução: 1024x768